Inicio » Brasil » Confira os nomes anunciados pelo governador eleito Eduardo Leite para o secretariado estadual até o momento

Confira os nomes anunciados pelo governador eleito Eduardo Leite para o secretariado estadual até o momento

O governador eleito do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, já anunciou boa parte dos nomes do seu secretariado para o governo que inicia em 2019. Saiba quem são os escolhidos para as pastas da Casa Civil, Fazenda, Cultura, Meio Ambiente e Infraestrutura, Comunicação, Planejamento e PGE (Procuradoria-Geral do Estado).

Casa Civil – Otomar Vivian

Otomar Vivian, futuro chefe da Casa Civil.

Com 65 anos e mais de 30 de vida pública, Otomar Vivian foi prefeito de Caçapava do Sul, secretário, deputado estadual e presidente do IPERGS (Instituto de Previdência do Estado) por três gestões. É formado em educação Física e iniciou a carreira de professor na rede pública estadual em 1976. Chefiou a Casa Civil gaúcha entre 2009 e 2010. Foi também diretor de planejamento do BRDE (Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul).

Fazenda – Marco Aurélio Santos Cardoso

Marco Aurélio Santos Cardoso, futuro secretário da Fazenda.

Economista, Marco Aurélio Santos Cardoso é Superintendente de Crédito do BNDES desde novembro de 2016. Concursado desde 2003 na instituição, foi responsável por diversas operações de mercado de capitais do Banco na área de renda fixa. Em 2009, chefiou o Departamento de Mercado Internacional da entidade. De 2009 a 2016, esteve cedido à Prefeitura do Rio de Janeiro, onde foi secretário municipal da Fazenda (2012-2016) e subsecretário do Tesouro Municipal (2009-2012).

Com graduação e Mestrado pela UFRJ e especialização em Finanças pela Thunderbird School of Global Management (EUA), trabalhou também por nove anos no setor privado, em áreas financeiras da Alcan, Arthur Andersen e Banco BBM.

Cultura – Beatriz Helena Miranda Araújo

Beatriz Araújo, futura secretária da Cultura. 

Pelotense, Beatriz Araújo iniciou suas atividades na cultura em 1985, como assessora na Fundapel (Fundação de Cultura, Lazer e Turismo de Pelotas). Atuou de 1988 a 1992 na direção do Theatro Sete de Abril. Em 1992, criou a empresa ATO Produção Cultural e deu início a sua trajetória como produtora cultural independente.

Coordenou o projeto de instalação do Instituto João Simões Lopes Neto, com aquisição de mobiliário e equipamentos. Em Porto Alegre produziu o projeto Jardim Lutzenberger, na Casa de Cultura Mario Quintana.

Nas artes visuais, realizou duas edições da mostra de arte em outdoors “14 na Rua”, o projeto “Arte Gaúcha em Itinerância” e a mostra fotográfica e edição do livro “História de Pescador”, que retrata o cotidiano da Colônia Z-3 de Pescadores de Pelotas. Foi duas vezes secretária de Cultura de Pelotas, quando criou o Conselho Municipal de Cultura e o Sistema Municipal de Museus.

Meio Ambiente e Infraestrutura – Artur Lemos

Artur Lemos, futuro secretário do Meio Ambiente e Infraestrutura.

Advogado, formado pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Possui especialização em Direito do Trabalho e Processual do Trabalho. Cursou Politics and Economics of International Energy pela Sciences Po (2016). Com Pós-MBA em Governança Corporativa e Gestão de Risco na Unisinos (Universidade do Vale do Rio dos Sinos).

Comunicação – Tânia Moreira

Tânia Moreira, futura responsável pela Secretaria da Comunicação. 

Jornalista, formada pela Universidade Católica de Pelotas. Começou sua carreira na RBS, onde ficou por 15 anos. Foi diretora da TV Assembleia e TVE. Coordena campanhas políticas na área de rádio e TV desde 1990, sendo a última do governador eleito, Eduardo Leite. Foi Secretária de Comunicação da Prefeitura de Porto Alegre.

Planejamento – Leany Lemos

Leany Lemos, futura secretária de Planejamento. 

Mestre em Ciência Política e Doutora em Estudos Comparativos das Américas pela Universidade de Brasília. Fez pós-doutorado no programa Oxford-Princeton Global Leaders. Recebeu o prêmio Alacip de melhor tese de doutorado em Ciência Política da América Latina biênio 2004-2005, e Menção Honrosa do Prêmio Capes de Teses. Foi pesquisadora e colaboradora plena do Instituto de Política/UnB entre 2008-2013, e Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão do Distrito Federal de 2015 a 2018. É servidora de carreira do Senado Federal desde 1993 e professora do mestrado em gestão Pública do IDP (Instituto de Direito Público) desde 2017.

Procuradoria-Geral do Estado – Eduardo Cunha da Costa

Eduardo Cunha da Costa, futuro procurador-geral do Estado.

Procurador do Estado desde maio de 2007. Entre 2011 e 2014, atuou no Tribunal de Contas do Estado e desde dezembro de 2016 é procurador-geral adjunto. Costa é doutorando em Direito pela Universidade de Roma e foi professor convidado da Universidade Columbia, de Nova York e da Universidade de Paris II.

Outras pastas

Também estão cotados para um lugar no secretariado nomes como os de Ana Amélia Lemos (PP), Covatti Filho (PP), Catarina Paladini (PR), Ronaldo Nogueira (PTB), Juvir Costella (MDB) e José Stédile (PSB). Entre as pastas a definir estão as da Cidadania, Justiça e Direitos Humanos, Trabalho e Transportes. (Letícia Castro e Fabiane Christaldo/O Sul).

Autor: admin
Tags

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Login

Perdeu sua senha?