Ricardo Correa Barbosa, de 31 anos, e Juliana Aranda Rodrigues, de 23 anos, estão desaparecidos deste o último domingo quando, segundo informações teriam ido acampar em um pesqueiro as margens do Rio Icamaquã.

O homem tem passagem pela polícia pela prática de um crime ocorrido em 2008 na pista de skate do Parcão. Na época respondendo ao processo em liberdade, ele não compareceu ao julgamento, tendo sido condenado a revelia e até hoje é considerado foragido pela justiça.

A mulher teria ido com Ricardo ao local do acampamento, mas segundo uma fonte, não havia comunicado a ninguém.

Familiares preocupados com o desaparecimento comunicaram o fato as autoridades policiais que iniciaram a procura. Foram ao local do acampamento onde teriam encontrado vestígios com roupas sujas de sangue, fios de cabelos aparentemente femininos e capsulas de revólver, calibres  38 e 22.

Existe também a informação, não confirmada até agora, de que um pescador teria visto os corpos, porém ninguém foi localizado no local apontado pela pessoa que supostamente teria avistado os corpos.

A primeira hipótese investigada é a de que o casal tenha sido assassinado e posteriormente os corpos jogados na água, mas até o momento não  foram localizados. 

Além do duplo homicídio as autoridades  políciais também trabalham com outras linhas de investigação. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *