Inicio » Brasil » Brasil vence Catar por 2 a 0, mas Neymar deixa estádio lesionado e vira preocupação

Brasil vence Catar por 2 a 0, mas Neymar deixa estádio lesionado e vira preocupação

Pelo penúltimo amistoso preparatório para a Copa América, o Brasil enfrentou o Catar, no estádio Mané Garrincha, em Brasília e venceu por 2 a 0. Os gols foram marcados por Richarlison e Gabriel Jesus.

Neymar, que está envolvido em polêmica, começou como titular e estava com um peso maior, estava, pois saiu aos dezessete minutos com gelo no pé direito e amparado pelos doutores.Segundo informações, ele sofreu entorse no tornozelo direito. O camisa 10 deixou o estádio e foi ao hospital para avaliar a situação.

Após 20 meses, o Brasil está voltando a campo. Entre os desfalques, estão Fagner (dores na coxa esquerda), Alisson e Firmino (se apresentam na quinta-feira, em Porto Alegre).

O jogo iniciou com muita troca de passes dos dois times. O Catar não estava intimidado e tentava tocar a bola no seu campo de defesa, buscando chegar ao ataque. Aos 10 minutos, eles chegaram a ter 63% de posse de bola.

O Brasil, também trocava passes e conseguia jogadas em erros adversários. Neymar buscava jogo e tentava dribles em zonas distantes do ataque, o que resultava em faltas. A primeira tentativa foi aos 11 minutos com Coutinho. Ele tentou de fora da área, mas a bola acabou indo para fora.

Faltava pouco para o gol chegar, aos 16 minutos Coutinho carregou pela direita e rolou para Daniel Alves. O lateral, com categoria, levantou na área para Richarlison que subiu e cabeceou bonito para dentro da rede. Gol. Brasil 1, Catar 0. Foi nesse momento que Neymar sentiu e precisou deixar o campo. Ele chegou a ser atendido no banco de reservas, mas não deu para o craque brasileiro.

Com a saída de Neymar, Everton entrou no seu lugar. Logo após o primeiro gol, o Brasil se soltou e passou a arriscar. Conseguiu o segundo gol com Gabriel Jesus aos 23 minutos. Daniel Alves e Richarlison novamente participaram da jogada. No lance, Jesus recebeu livre e só tirou do goleiro adversário. Gol. Brasil 2, Catar 0.

Depois disso, só dava Brasil. A seleção perdia gols, já o Catar não havia chutado nenhuma vez ao gol. Daniel Alves participava muito do jogo. Aos 31 minutos, o lateral direito soltou uma bomba, o goleiro defendeu e, no rebote, Coutinho quase ampliou.

A seleção brasileira continuava atacando e, aos 39 minutos o juiz marcou um pênalti, porém aos consultar o VAR, o árbitro anulou a marcação. Na jogada, novamente ele, Dani Alves, dominou na direita e faz o cruzamento, porém a bola acabou não tocando no braço de Hassan.

No final do primeiro tempo, o Brasil mostrava superioridade, conseguindo a bola, mesmo sem muito esforço. O Catar errava muitos passes, facilitando a roubada de bola brasileira e mantendo o placar em 2 a 0.

O segundo tempo iniciou como no final da primeira etapa. O Catar queria jogar bonito, mas não conseguia e, o Brasil, sem culpa, usufruía dos erros. Everton, que entrou para substituir Neymar, se movimentava, porém não aproveitava as chances que tinha. Aos nove minutos, Gabriel Jesus enfiou para Everton na esquerda. O camisa 19 perdeu o tempo da bola e a jogada na grande área.

Logo após, aos 10 minutos, uma bela jogada da seleção começou com uma troca rápida de passes no meio de campo. Gabriel Jesus recebeu com liberdade na área e bateu cruzado. Al-Sheeb faz boa defesa e evitou o terceiro do Brasil.

O Catar continuava trocando passes, mas com muitas dificuldades para achar espaços na defesa do Brasil. Eles somavam apenas um chute ao gol. Aos 17 minutos, Tite tirou Richarlison para a entrada de David Neres e, depois, fez mais duas trocas. Tirou Arthur para a entrada de Fernandinho e Lucas Paquetá entrou para a saída de Coutinho.

Aos 27 minutos o Catar assustou, pela primeira vez na segunda etapa. Al-Haydos arriscou de fora, a bola passou por todo mundo e fez Ederson, ao menos ligar, o alerta. Foi a melhor finalização do Catar no jogo.

O relógio marcava 30 minutos, quando Tite fez mais duas alterações, dessa vez na lateral. O técnico brasileiro estava testando jogadores. Tirou Filipe Luís e Dani Alvez para a entrada de Alex Sandro e Éder Militão.

O Brasil passou a reduzir sua intensidade, mas continuava buscando o terceiro gol. Os jogadores que entraram buscavam fazer boas atuações para mostrar serviço. Casemiro passou a aparecer e atacar. Aos 36 minutos, ele soltou a bomba de muito longe, mas errou o alvo.

O Brasil deixou de marcar em várias chances e, aos 49 minutos do segundo tempo, o árbitro consultou o VAR e marcou pênalti para o Catar. Porém, Khoukhi chutou e a bola foi no travessão. O jogo terminou 2 a 0.

O próximo amistoso da seleção brasileira é domingo (9), contra a seleção de Honduras. O jogo será em Porto Alegre, no Beira-Rio, às 16h.

Autor: admin
Tags

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Login

Perdeu sua senha?