•  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O TCU (Tribunal de Contas da União) suspendeu, em caráter liminar, uma compra de imunoglobulina feita pelo Ministério da Saúde em agosto. Segundo o órgão, o negócio fechado pelo Ministério geraria um gasto extra de R$ 160 milhões em comparação ao concorrente, que foi desqualificado na licitação. A medida cautelar foi assinada pelo ministro Bruno Dantas e, segundo o TCU, entrará na pauta para votação no plenário amanhã.
Fonte: UOL

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *