•  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Seis pessoas ficaram feridas, entre elas uma criança de sete anos, em uma ataque a tiros na madrugada desta quarta-feira (6), em Canoas, na Região Metropolitana. O caso foi registrado em uma casa, localizada no bairro Niterói, pouco depois da meia-noite, onde ocorria uma festa de aniversário.

De acordo com a Brigada Militar (BM), quatro homens chegaram na residência, na Rua Paraná, em um Etios roubado, com placas clonadas. Um dos integrantes da festa seria o alvo do grupo.

Thank you for watching

— Eles entraram na casa já atirando. Balearam três homens, duas mulheres e uma criança. A mãe da criança disse que estava na cozinha, lavando louça, quando ouviu os disparos, e se jogou no chão. Uma das vítimas se escondeu dentro do roupeiro e acabou sendo alvejada — detalha o capitão Cristiano Martins da Silva, do 15º Batalhão de Polícia Militar (BPM). As vítimas foram levadas para um hospital de Canoas. Já a criança, atingida por diversos disparos, foi transferida para um hospital da Capital, em estado grave.

Por circunstâncias que ainda são apuradas, um dos criminosos acabou baleado e também foi encaminhado para atendimento médico, onde veio a óbito. Os outros três suspeitos fugiram com o veículo, mas foram detidos por uma guarnição da BM na Rua João Moreira Maciel, no bairro Humaitá, na zona norte de Porto Alegre. Com eles, foram apreendidas três pistolas — duas de calibre .9mm e uma de .380mm.

Os criminosos foram identificados como David Cassiano da Silva, 27 anos; Edenir Alves dos Santos, 24 anos; Herick dos Santos Oliveira, 21 anos; e Luan dos Santos, 18 anos, que morreu após ser baleado. Eles possuem histórico criminal, mas as informações sobre os crimes não foram divulgadas.

Segundo o delegado Leandro Bodoia, plantonista da Delegacia de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), eles foram autuados em flagrante por tentativa de homicídio, porte ilegal de arma de fogo e receptação e adulteração de veículo. A suspeita é de que o crime tenha relação com o tráfico de drogas.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *