•  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Seis irmãos que estavam para adoção em um abrigo no município de Uruguaiana (RS) realizaram o sonho de não ficarem longe uns dos outros. Eles foram adotados por dois casais amigos que moram em Votorantim (SP) e vivem uma rotina juntos, apesar de morarem em lares separados.

A adoção ocorreu há três anos e os seis estudam na mesma escola, vão à mesma igreja e frequentam as respectivas casas. O casal Cristina dos Santos e Gilson dos Santos foi o primeiro a se interessar pela adoção de três garotos, mas os dois não sabiam que eles tinham mais três irmãs. Os seis estavam temerosos de perder o contato ao serem adotados por famílias diferentes.

Ao descobrirem as outras crianças, Cristina e Gilson se lembraram do casal amigo Bruna Francine Xavier Mantovane e Vinícius Augusto Mantovane, que estava habilitado para adoção, e contaram sobre a história dos seis irmãos. Apesar de viverem na época um luto com a perda de uma filha, os dois também toparam aumentar a família.

Nova história

Os meninos foram adotados por Cristina e Gilson e as meninas, por Bruna e Vinícius, em 2019. Na época, as garotas tinham 12, 9 e 7 anos, e os garotos, 13, 11 e 6. Todo processo de adoção durou três anos. Primeiro com a guarda provisória, depois com a guarda definitiva e, finalmente, a adoção, quando todos puderam mudar seus registros de nascimento com os nomes dos pais e dos avós adotivos.

A oficialização da adoção foi um sentimento de alívio para a filha mais velha de Bruna, hoje com 15 anos. “Ela tinha muito medo de não ver mais os irmãos”, conta. Todos os seis foram juntos com os pais adotivos fazer a identidade, um marco de uma nova etapa da vida deles.

Texto: UOL

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *