more

Uma escola que fica no Centro de Uruguaiana, na Fronteira Oeste do estado, está há um ano sem energia elétrica. Com isso, 550 alunos dependem da luz do sol para assistir às aulas de dentro das salas. O problema começou em novembro do ano passado quando um temporal derrubou o poste de luz que abastecia a instituição.

“Quando chove ou quando o tempo está mais nublado, é impossível dar aula”, conta a diretora da Escola Estadual de Ensino Fundamental José Pinto Bermudez, Marta Verônica da Silva.

A 10ª Coordenadoria Regional de Educação (10ª CRE), que fala em nome do governo do estado na região, disse que ainda aguarda o projeto de conserto por parte da Secretaria Estadual de Obras. O g1 aguarda posicionamento da pasta sobre o caso.

Já a RGE, concessionária responsável pelo fornecimento de energia, se manifestou por meio de nota (leia a íntegra abaixo). Nela, afirma que o último projeto foi apresentado em setembro deste ano e reprovado em outubro.

Sem luz após temporal

A diretora conta que um temporal em novembro de 2020 derrubou o poste de luz que abastecia o prédio da instituição com energia elétrica. O governo do estado chegou a começar a obra de conserto, no entanto, devido a problemas no projeto, ela foi suspensa.

Como medida paliativa, houve o fornecimento de um gerador. Como o custo de manutenção era alto, o equipamento deixou de ser usado pela instituição.

Na quarta-feira (17), professores e funcionários se reuniram em frente ao prédio da escola para se manifestar em relação ao problema. Um bolo do “aniversário” de um ano do problema foi levado e as pessoas que cobravam uma solução definitiva do governo do estado estavam com narizes de palhaço.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *